sexta-feira, 20 de junho de 2008

Para onde olhamos?

.
Ela olha pra mim ou ela olha para a marca da minha roupa?
Ela olha pra mim ou ela olha para o perfume que eu uso?
Ela olha pra mim ou ela olha para o carro que eu tenho?
Ela olha pra mim ou ela olha para a minha conta bancária?
Para onde ela olha?
.
E eu?
.
Eu olho pra ela ou eu olho para o corpo dela?
Eu olho pra ela ou eu olho para os elogios que os outros me fazem dela?
Eu olho pra ela ou eu olho para a inveja que os outros têm de mim por causa dela?
Eu olho pra ela ou eu olho para o meu orgulho?
Para onde eu olho?
.
Para onde olhamos?
.
Quero ficar cego.
Espere!
Talvez eu já seja cego.

.

*Weber Passos

9 comentários:

Pedro Berocan disse...

Sempre somos cegos. :)

~~Stéfano Costa~~(2) disse...

olha..gostei muito viu!!
acho q tem muito a ver com o modo das pessoas se relacionarem hj em dia!!

show de bola! abrazz em!!
t+++

Erika disse...

Weber, meu querido e poeta ex-aluno! Adorei o título "Poesia Deseducada" e, principalmente, o poema "Para onde olhamos"! Parabéns pelos blogs.
Bj.Erika

Flavitcho disse...

Pois é, para onde que nós olhamos?!

E a gente vê o que tá lá ou só o que a gente quer que esteja?!

Somos cegos até onde queremos.

:)

Sammyra Santana disse...

cega não, moço!

olha pra dentro e enxerga bonito!

The Popcorn_Nose disse...

Verdade verdadeira!
Um verdadeiror amor é muito dificil. Um que vá além das aparencias, da vaidade...
Espero que um dia todos nós possamos encontrar o nosso!

Te relacionei lá no blog e postei alguma coisa sobre a festa!
Beijinhos!

Rafael Carrilho disse...

muito bom !

desuairma disse...

Hoje eu creio que cegos nós não somos. Hoje, somos, tão atentos que por muitas vezes fazemos coisas erradas, por muitas vezes poderíamos ser cegos para deixar a luxúria de lado, mas ainda há coisas que nos dominam.

-----------------

Quanto ao meu post que você comentou, foi bom ter lido aquilo. É bom saber que aquele lugar faz diferença para algumas pessoas, que de alguma forma algumas pessoas vêem sinceridade por lá e MUITO amor que é o que eu sinto por ele (meu irmão). Quanto a você, seus irmãos, para tudo existe uma fase, para tudo existe um tempo, para tudo existe objetivos, acredito que se tratando de irmãos, onde o amor é intenso, não há barreiras que não possamos superar. Eu acredito que se você quiser você terá ainda mais amor e elo com eles. Você mais que ninguém, sabe disso.


Espero ter ajudado em algo. Gosto daqui.


:)

lorena disse...

fui atra´s do teu blog, sr weber mochileiro, rsrs, e achei essa poesia deseducadamente cortante. me lembra tanto o seu Baleiro com a musica "vc só pensa em grana".

mt bom, e essas são questões tão pouco pensadas. não há tempo pra isso, só pra superficialidade e rapidez das coisas.

ê, ser humano. qnd der, passa no lugar de leveza.

abraços

=]